Biblioteca Virtual

  • user warning: Table './comunidade/sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: SELECT COUNT(sid) AS count FROM sessions WHERE timestamp >= 1472180047 AND uid = 0 in /var/www/comunidadesegura.org/includes/database.mysql.inc on line 172.
  • user warning: Table './comunidade/sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: SELECT DISTINCT u.uid, u.name, s.timestamp FROM users u INNER JOIN sessions s ON u.uid = s.uid WHERE s.timestamp >= 1472180047 AND s.uid > 0 ORDER BY s.timestamp DESC in /var/www/comunidadesegura.org/includes/database.mysql.inc on line 172.

Selecione itens de uma ou mais categorias abaixo para fazer uma busca
na Biblioteca Virtual e clique em “buscar”.
O filtro faz buscas cruzadas, portanto, se você selecionar mais de uma
categoria, o resultado da busca vai trazer documentos que se enquadram em
todas as categorias selecionadas.

AutorPalavra-chaveTipo de DocumentoTemaAno de Publicação

Sonho de polícia cidadã: coronel Carlos Magno Nazareth Cerqueira



Entre os períodos de 1983-1987 e 1991-1994, Carlos Magno Nazareth Cerqueira foi secretário de Estado da Polícia Militar e comandante-greral da corporação. Cargos importantes em uma carreira profissional igualmente grandiosa e que muito contribuem para a compreensão não só da história fluminense, mas do Brasil, principalmente no que diz respeito a uma discussão que assumia contornos específicos a partir do final dos anos 1970: sobre a segurança pública e políticas públicas voltadas para o controle e prevenção da violência.

Disponibilidade: 
Documento disponível em versão electrônica


Com quantas armas se faz uma Sociedade Civil? Controles sobre Armas de Fogo na Governança Global, Brasil e Portugal (1995 -2010)



Resumo português: 

Observando a maneira pela qual o controle de armas de fogo ascendeu na Governança Global, Brasil e Portugal, esta Tese buscou explorar uma zona obscura pela qual se movimenta os atores da Sociedade Civil na teoria e na prática. Teoricamente, defendeu-se que existem dimensões civis, anticivis e não-civis constantemente em disputa no interior da sociedade civil, dadas inclusive pelo recurso, defesa ou recusa do uso das armas de fogo. Empiricamente, que a agenda pelo controle de armas é um objeto extremamente conflituoso de Governança Global e Nacional, de conhecimento científico e discussão pública graças ao papel das associações civis. Esta manifestação contribui para o pensamento da paradoxal convivência entre Violência e Democracia, representado a descolonização de uma questão tradicionalmente insulada no âmbito estratégico militar do Estado.

Disponibilidade: 
Documento disponível em versão electrônica
Autor (não lsitado): 
Luciana Ballestrin