Operações de Paz

  • user warning: Table './comunidade/sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: SELECT COUNT(sid) AS count FROM sessions WHERE timestamp >= 1471785432 AND uid = 0 in /var/www/comunidadesegura.org/includes/database.mysql.inc on line 172.
  • user warning: Table './comunidade/sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: SELECT DISTINCT u.uid, u.name, s.timestamp FROM users u INNER JOIN sessions s ON u.uid = s.uid WHERE s.timestamp >= 1471785432 AND s.uid > 0 ORDER BY s.timestamp DESC in /var/www/comunidadesegura.org/includes/database.mysql.inc on line 172.

Mulheres em missão de paz

Entrevistamos a Tenente Coronel da PMDF Denise Dantas, veterana de missão de paz da ONU no Timor Leste, que esse mês começa seu segundo ano de missão em Guiné Bissau. Uma dos 4 policiais militares brasileiros em Guiné Bissau, Denise preparou para o dia da mulher um evento especial que toca em questões chave para a ONU e para a mulher, e mostra como já chegou ao coração da corporação policial naquele país.

Formada 3ª turma do Curso de Operações de Paz

O Viva Rio está divulgando a listagem dos 100 participantes da terceira turma (ciclo 21) do curso de extensão “Operações de Paz e Policiamento Internacional”, realizado através da parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).

Portas abertas para a construção da paz na Somália

Celestin Nkundabemera, diretor de programas do American Friends Service Committee (AFSC), na Somália, conta ao Comunidade Segura um pouco sobre seu trabalho de auxílio os esforços de construção de paz no país. A atuação da organização inclui mediar conflitos, ajudar jovens a iniciarem seus próprios negócios, reativar poços de água e envolver mulheres em sua gestão e se ocupar de pessoas em campos de refugiados, dando-lhes uma nova perspectiva de vida.

Brasil tem recorde de policiais em missões de paz

Trinta homens e três mulheres. Nenhum deles é militar, mas todos eles são membros de missões de paz das Nações Unidas. Eles representam um número recorde de policiais enviados pelo Brasil para fazer parte de missões de Paz da ONU fora do país no ano de 2010 e vêm de várias partes do país: São Paulo, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Amazonas, Bahia e Rio de Janeiro, além do Distrito Federal.

‘O Haiti nos ajudou a crescer’

Em “Combate de Paz”, o capitão do Exército brasileiro Luciano Moreira, que durante seis meses comandou uma tropa de fuzileiros no Haiti, conta em livro suas vivências e aprendizados no país e traça paralelos com o Rio de Janeiro.

Curso de Operações de Paz terá nova turma

O Viva Rio, em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJ), abre 100 vagas para a segunda turma do curso de extensão "Operações de Paz e Policiamento Internacional".

Trata-se do primeiro curso sobre o tema integralmente online e em português e voltado para civis (profissionais que lidam com política e segurança internacional, segurança pública e direitos humanos internacionais) e policiais. O curso é gratuito e será oferecido entre 10 de setembro e 28 de outubro.

PMs são maioria em curso de operações de paz

Mais de sete mil pessoas se inscreveram para participar do curso “Operações de Paz e Policiamento Internacional”, organizado pelo Viva Rio, em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). O curso é primeiro inteiramente online, em português, aberto e gratuito sobre operações de manutenção de paz e policiamento internacional e terá duração de sete semanas.

Curso sobre operações de paz: inscrições encerradas

O Viva Rio, em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), está lançando o primeiro curso sobre operações de manutenção da paz e policiamento internacional integralmente em português, online e oferecido para civis e policiais que não necessariamente venham a ser selecionados pelo governo para participar destas missões. O curso busca oferecer um primeiro olhar sobre o maior envolvimento do Brasil nas relações internacionais, com o objetivo de atender à crescente demanda por informação qualificada na área.

'A missão muda, mas o capital humano perdura'

Eduarda Hamann, vice-coordenadora para Operações de Paz do Viva Rio em entrevista exclusiva para o Comunidade Segura fala sobre o como o desastre natural afetou as Operações de Paz no Haiti. Enquanto a MINUSTAH se recupera, Eduarda acredita que a ONU certamente repensará o seu mandato e lembra que ontem a comunidade internacional acertou os princípios para a cooperação internacional no país.

Participação das tropas brasileiras na Minustah

Leia artigo do coronel André Luis Novaes Miranda, que comandou tropas na Minustah, sobre como, depois de anos sem participar de maneira expressiva de operações de manutenção de paz, o Brasil retomou ao cenário, em 2004, com o maior contingente e a liderança militar da Missão da ONU para a Estabilização no Haiti.

Conteúdo sindicalizado