• user warning: Table './comunidade/sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: SELECT COUNT(sid) AS count FROM sessions WHERE timestamp >= 1472179848 AND uid = 0 in /var/www/comunidadesegura.org/includes/database.mysql.inc on line 172.
  • user warning: Table './comunidade/sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: SELECT DISTINCT u.uid, u.name, s.timestamp FROM users u INNER JOIN sessions s ON u.uid = s.uid WHERE s.timestamp >= 1472179848 AND s.uid > 0 ORDER BY s.timestamp DESC in /var/www/comunidadesegura.org/includes/database.mysql.inc on line 172.

Prisões sobrecarregadas da América Latina

Alejandro Corda conta que, desde a década de 1960, a legislação penal sobre drogas da Argentina foi sendo cada vez mais endurecida o que levou ao aumento da população feminina nas prisões.

Coronel Nazareth Cerqueira, presente!

Livro sobre a vida e a obra do primeiro oficial negro a comandar a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, na década de 1980, mostra a atualidade de seu sonho de uma polícia cidadã, que começa a se tornar realidade com a consolidação das UPPs como política de Estado.

Estação Esperança: adeus ao trem do crime

O projeto Estação Esperanza, da cidade de Estación Central, na periferia de Santiago, surgiu para por um fim na iniciação de jovens menores de 14 anos na carreira do crime, justamente em um setor da capital chilena exposto a altos índices de criminalidade juvenil. Felipe Andrés Fernández Soto, chefe do departamento de Segurança Pública da cidade, explica como funciona este projeto multisetorial.

Crack, um desafio social

Pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisas em Segurança Pública (Cepesp) da PUC Minas e o Centro Mineiro de Toxicomania/Fhemig mostra que os danos causados pelo consumo e o comércio do crack nas áreas de saúde e segurança pública são superiores aos danos provocados por outras drogas muito usadas, como maconha, cocaína e ecstasy. Em entrevista ao Comunidade Segura, o cientista social Luis Flavio Sapori apresenta os resultados do estudo que resultou no livro Crack – um desafio social.

2010, o ano que não terminou

Exatos 12 meses depois do tremor que sacudiu o Haiti e que deixou a capital Porto Príncipe em pedaços, causando a morte de mais de 200 mil pessoas e deixando mais de um milhão desabrigados, parece que nada mudou.

Projetos de prevenção à violência sob análise

O pesquisador Alonso Tobón, do Centro de Recursos para Análise de Conflitos, da Colômbia, propõe um guia metodológico para avaliar as iniciativas de prevenção da violência, utilizando ferramentas reconhecidas internacionalmente, como a lente de redução e prevenção da violência armada.

Polícia e comunidade juntas contra o crime

No coração da Patagônia argentina, a Polícia da Província de Neuquén vem profissionalizando sua atuação na prevenção da violência através de um trabalho de aproximação com a comunidade. O sub-delegado Rubens Fabián Rebuffo, chefe da Divisão de Operações de Tecnologia da Informação dessa corporação, fala sobre o processo e os resultados deste trabalho.

Segurança no Turismo: 'Entender o problema para desenhar a política'

Em sua rápida passagem pelo Brasil, Peter Tarlow quase não pôde passear como um turista. Com larga experiência, dono de oratória eloqüente e pronto para falar em português ou espanhol – como for mais conveniente para sua audiência, ele discutiu os princípios básicos da segurança voltada para o turismo. Ele veio justamente ao Rio de Janeiro, cidade que receberá grandes eventos internacionais, a começar por 2011 – entre eles a Copa do Mundo de Futebol, em 2014, e os Jogos Olímpicos de 2016.

Mais cidadania para o policial brasileiro

Professor da UFBa, Eduardo Paes Machado sempre trabalhou com sociologia rural. Depois de acompanhar um estudo sobre quadrilhas em Salvador e para participar de um estudo da Organização Panamericana de Saúde sobre violência urbana, não largou mais as pesquisas com segurança pública. Nessa entrevista, ele fala sobre os ritos de passagem pelos quais passam os policiais e sobre a violência da polícia.

São Paulo segura e desarmada

O Instituto Sou da Paz, em parceria com diversas instituições governamentais e órgãos de segurança, lança um Plano de Controle de Armas para a cidade de São Paulo. O objetivo é reduzir o índice de homicídios na capital paulista, através da resolução de oito desafios principais.

Conteúdo sindicalizado