• user warning: Table './comunidade/sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: SELECT COUNT(sid) AS count FROM sessions WHERE timestamp >= 1471898771 AND uid = 0 in /var/www/comunidadesegura.org/includes/database.mysql.inc on line 172.
  • user warning: Table './comunidade/sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: SELECT DISTINCT u.uid, u.name, s.timestamp FROM users u INNER JOIN sessions s ON u.uid = s.uid WHERE s.timestamp >= 1471898771 AND s.uid > 0 ORDER BY s.timestamp DESC in /var/www/comunidadesegura.org/includes/database.mysql.inc on line 172.

Por uma Corregedoria mais independente e eficiente

Atualmente, de cada 100 policiais denunciados e investigados pela Corregedoria da Polícia Militar de Alagoas, de 8 a 10% recebem punição. O comandante-geral da corporação alagoana defende a separação entre os setores de Ouvidoria e Corregedoria e propõe mudanças profundas na forma de apurar as denúncias contra PMs do Estado.

UPP: a terra prometida?

Líderes comunitários de favelas com Unidades de Polícia Pacificadora reclamam da repressão policial e da falta de diálogo com moradores. Em seminário realizado no Rio de Janeiro às vésperas da ocupação policial do Complexo do Alemão, eles afirmaram que houve uma mudança de opressor - do traficante ao policial - e que muitos moradores se sentem numa espécie de prisão domiciliar nas favelas.

A rota das armas até o crime

Circulam no Brasil hoje cerca de 16 milhões de armas, e quase a metade delas é ilegal. Aproximadamente 30% das armas apreendidas em situação ilegal foram compradas legalmente. Ministério da Justiça, Congresso e Viva Rio lançam estudos que dão subsídios ao Governo Federal nas decisões sobre onde investir para a melhoria do controle de armas e munições e aos governos estaduais no aperfeiçoamento suas políticas de segurança.

Agentes da lei pelo fim da guerra às drogas

A juíza aposentada Maria Lucia Karam, que defende uma reformulação profunda nas políticas de drogas vigentes no Brasil, se associou recentemente à Law Enforcement Against Prohibition (LEAP), entidade criada em 2002 por policiais e agentes da lei dos Estados Unidos que decidiram questionar o insucesso da "guerra às drogas". Neste artigo, Karam traça um panorama da "guerra às drogas" brasileira e fala sobre a abertura deste novo capítulo da história do LEAP no Brasil.

Sucesso das UPPs depende de geração de renda

Poucos pesquisadores norte-americanos conhecem tão bem o Rio de Janeiro e suas favelas como Janice Perlman. Essa veterana cientista política estuda as comunidades cariocas desde o fim dos anos 1960 - por vezes, já até morou nas favelas. Seu livro "O Mito da Marginalidade: Pobreza Urbana e Política no Rio de Janeiro", publicado em 1976 e vencedor de prêmios, foi uma das primeiras obras acadêmicas a examinar a vida nas favelas.

Uma situação complexa... na Penha e no Alemão!

Há muita coisa além, acima e por baixo dos desdobramentos da histórica operação policial nos complexos da Penha e Alemão. A cinematográfica fuga de marginais, morro acima e mata adentro na Vila Cruzeiro em direção ao Alemão desencadeou uma precisa reação das autoridades à caça dos fugitivos que, após as desafiarem com ações incendiárias por todo o estado, refugiaram-se na localidade tida como santuário da facção criminosa Comando Vermelho.

Menos moralismo, mais racionalismo

Durante os anos em que trabalhou na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, o coronel Jorge da Silva foi parte ativa da guerra contra as drogas, até se dar conta de que seu trabalho não era mais do que enxugar gelo. Nascido no Complexo do Alemão, hoje o coronel se dedica à vida acadêmica e fala das consequências do proibicionismo e de operações como a que ocorreu em sua antiga comunidade há uma semana.

Proibição que alimenta o tráfico

O agravamento da “guerra às drogas” no Rio reacende a discussão sobre a proibição das drogas e a ineficácia das políticas repressivas. Em programa de TV, o governador Sérgio Cabral reconhece que a repressão pura e simples não é inteligente e defende a legalização da maconha.

A verdadeira missão depois da operação

Satisfeito por ter expulsado os traficantes do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, em uma operação que mobilizou 2.700 homens e mulheres das polícias Militar, Civil e Federal e das Forças Armadas, o comandante da Policía Militar do Estado do Rio de Janeiro, coronel Mário Sérgio Duarte, reconheceu que é necessário muito mais do que una invasão policial para devolver a paz a um território urbano dominado pelo narcotráfico e abandonado marginado pelo própio Estado por décadas.

Ela não quer mais as chaves

Primeira mulher a dirigir o sistema penitenciário do Rio de Janeiro, a socióloga Julita Lemgruber lança o livro de memórias “A Dona das Chaves”, escrito em parceria com a jornalista Anabela Paiva. Quase 20 anos depois de assumir o cargo, Julita diz em entrevista ao Comunidade Segura que sua descrença no sistema prisional é tão absoluta que jamais se disporia a comandá-lo novamente.

Conteúdo sindicalizado